• Centro Nacional de Educação

BNCC para a Educação Infantil

Vamos retomar o assunto em pauta nesse começo de ano: a BNCC, dessa vez, com o olhar mais focado na Educação Infantil.


A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) é um documento normativo que define o que é essencial a ser aprendido pelos alunos na Educação Básica. Ela pretende garantir um "patamar comum", isto é, que todos os alunos desenvolvam as dez Competências Gerais ao longo da Educação Básica.


Mas o que significa "desenvolver competências"? A definição assumida pela BNCC é a de que o aluno possa mobilizar conhecimentos, habilidades, atitudes para resolver problemas e situações complexos, seja na vida cotidiana ou no mundo do trabalho. Isso quer dizer que, mais que aprender conceitos, é preciso que os alunos aprendam atitudes, raciocínios, utilidades, meios de enfrentar eventos com os quais se depara.


Para o pleno desenvolvimento dessas competências, é necessário que se inicie o trabalho na Educação Infantil. É nesse nível de escolaridade que crianças de zero a 5 anos e 11 meses têm a possibilidade de descobrir-se e o outro, ampliar suas experiências, compreender o mundo a sua volta, desenvolver imaginação e criatividade, situar-se no espaço e no tempo.


Para isso, asseguram-se seis direitos de aprendizagem e desenvolvimento: Conviver, Brincar, Participar, Explorar, Expressar e Conhecer-se. É a partir das interações com outras crianças e com adultos e de brincadeiras que esses direitos podem ser assegurados. Vale lembrar que as brincadeiras devem ser desafiadoras, provocativas e ter uma intencionalidade educativa. Sim, na escola, não se brinca mais apenas por brincar. A ideia é que por toda brincadeira perpasse um objetivo de aprendizagem. As crianças não precisam ter a consciência de que estão estudando e aprendendo, mas, para o professor, deve estar claro o intuito de cada brincadeira apresentada à criança. Ele deve ficar atento ao objetivo pedagógico de cada atividade dentro da brincadeira para poder avaliar o aprendizado do aluno. Lembramos que a avaliação é uma importante parte dos processos de ensino e de aprendizagem, sem a qual é impossível verificar o crescimento cognitivo da criança.


Falando em avaliação, na Educação Infantil, ela é feita com o uso de registros. Cada dia, cada brincadeira, cada ação da criança é uma oportunidade de crescimento, e o professor precisa estar atento a cada um desses momentos para avaliar se o aluno evoluiu cognitivamente. Assim, os registros são essenciais para acompanhar a trajetória de cada um.


Deixe em nossos comentários as suas expectativas para iniciar o ano nos moldes da BNCC, além de suas dúvidas e sugestões.

109 visualizações5 comentários

Posts recentes

Ver tudo