• Centro Nacional de Educação

Alfabetização: novas competências para o uso de tecnologia

Alfabetizar não é uma tarefa fácil, mas é recompensadora! Assistir ao progresso dos alunos, observar a entrada deles no mundo letrado nos dá a sensação de trabalho realizado! Para eles, então, é realmente um mundo novo que se abre, um novo meio de comunicação, a compreensão de tantos símbolos presentes à volta deles o tempo todo! E com a tecnologia, então? Poder conversar com amigos e parentes pelo WhatsApp via mensagens de texto e compreender a resposta é uma grande conquista. Mas não é somente esta a nova habilidade que os alunos podem desenvolver se usam tecnologia. É esse o assunto da postagem de hoje.


Como já dissemos, a leitura e escrita são um novo meio de comunicação, e portanto essenciais para a nossa vida. Mais do que isso, hoje em dia, a possibilidade de usar a internet nos leva ao mundo globalizado. O aluno, além de aprender a ler, aprende a ter um universo enorme de informações à mão. Literalmente à mão, considerando o uso de celulares e tablets. Mas, para que ele saiba usar de maneira proveitosa, é preciso que o ajudemos a desenvolver algumas habilidades e competências que são próprias do letramento digital.

Isso mesmo! Uma ferramenta nova exige novas competências para utilização. Lembre-se de que não é porque eles nasceram na Era Digital que já nascem sabendo fazer bom uso das tecnologias. O professor precisa ajudá-los nessa empreitada, apontando novos elementos e desenvolvendo novas habilidades.

Mas quais seriam essas novas habilidades? Um elemento importante a se observar é que a tecnologia permite que o texto seja acompanhado por som, imagens, movimento, cores, vídeos, que enriquecem ainda mais a leitura, permitem que o aluno desenvolva criatividade, e, principalmente, que aprenda a interagir com todos esses meios simultaneamente. Isso potencializa a concentração e a organização.

Outro ponto importante a se levantar é que a leitura na internet é interativa e não-linear. Isso significa que, enquanto lemos um texto, encontramos links para outros sobre o mesmo assunto ou sobre assuntos a ele relacionados. A possibilidade de acessar esses outros links e alcançar mais informação nos dá uma visão mais ampla do assunto. Assim, essa falta de linearidade, impossível de se fazer com papel, traz dinamismo à leitura. Por outro lado, é importante também compreender quais links são úteis para o assunto que se busca, e quais não acrescentarão novas ideias para o leitor. Assim, mais uma habilidade é necessária: discernimento para fazer a escolha.

Não esqueça que o acesso à informação por meio de tecnologias é rápido. Essa rapidez pode ser benéfica, mas precisa, também, que o professor esteja preparado para buscar tanta informação quanto seu aluno, aliás, seus alunos! Cada um "viaja" por um caminho em busca de informação, e compartilha com professores e colegas. Prepare-se para trilhar mais de um caminho antes da aula, mas também permita que seus alunos levem você até os caminhos deles, e aprenda junto com eles!


Há inúmeros elementos novos a se discutir com os alunos ao se trazer uma leitura com uso de tecnologias. Busca por palavras-chave mais adequadas, organização de informação para que ela não se perca, credibilidade da informação, entre outros. Além disso, o papel do professor também muda significativamente! Pense nisso! E deixe em nossos comentários suas experiências com textos e uso da internet. Discutiremos mais sobre esses assuntos e daremos algumas sugestões de como trabalhar nas próximas publicações desse Blog. Fique ligado!

72 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

 (11) 3642 1060             (11) 9 7658 3939              cenaed.sp@gmail.com

© 2017 por Centro Nacional de Educação, CNPJ: 25.006.762/0001-26 . Logotipo criado e desenvolvido por Mateus Freire. Todos os direitos reservados.