• Centro Nacional de Educação

A nossa Live de cada dia

Nesse momento em que as escolas e os professores trabalham à distância, temos um tema rodando na cabeça de todos: a famosa "Live". Ela significa que estamos ao vivo e em cores com nossos alunos! Finalmente! Mas nunca se falou, discutiu ou se fez tanta Live! Diversos profissionais fazem Lives nesse momento. Cantores, apresentadores, profissionais da saúde, e até mesmo pais com filhos, avós com netos, amigos entre si, e principalmente os professores com seus alunos! Por isso, esse é o tema dessa semana em nosso Blog!

Essa é uma ideia nova para todos nós! Os professores, acostumados a ver as carinhas de seus alunos a sua volta, e ler suas dificuldades só com o olhar, agora precisam buscar meios de fazer isso com o uso da tela do computador. Não é uma tarefa fácil para ninguém. Por isso, consultamos alguns profissionais para trazer dicas para vocês, principalmente para o trabalho com a Educação Infantil, pois os pequenos, muitas vezes, precisam da assistência dos pais para esse trabalho. Claro, muitas sugestões desse texto servem para qualquer professor. Qualquer mesmo, até no caso da pós-graduação, como os cursos do CENAED.

A primeira coisa que temos que pensar é na rotina da criança. Como comentamos em postagem anterior desse Blog (https://www.cenaed.com.br/post/atividades-para-os-anos-iniciais), as crianças precisam de uma rotina pré-estabelecida (todos nós precisamos de alguma forma!) para seguir as atividades escolares. Se seus alunos precisam da ajuda dos pais nessa empreitada, eles precisam ser instruídos. Lembrem-se, pais não são professores, nós temos que os auxiliar nessa empreitada, até porque precisamos da compreensão e colaboração deles.

Explique a eles que a Live é para a criança, e não um momento para conversa deles e o professor. A Live é curta, então todo o tempo deve ser voltado exclusivamente para a criança. Explique também que a atividade é para a criança, e que seria melhor se os pais não interferissem além do solicitado pelo professor. O professor passou bastante tempo elaborando esse momento, e pode tranquilizar os pais: o filho deles vai se desenvolver!

Peça que eles coloquem as crianças em frente ao computador ou outro dispositivo faltando alguns minutos para iniciar. Assim, os alunos vão se vendo, se reconhecendo e interagindo. Mas também não é indicado que seja muito antes, pois as crianças vão acabar se cansando de esperar. Isso significa que o professor precisa iniciar a Live antes. Ligue seu computador, tablet ou celular, uns 15 minutos antes, para que eles entrem, mas desabilite seu som e sua imagem. É o momento deles, de interação social. Entre pontualmente na Live. Eles esperam com grande expectativa, e é um momento mágico, diferente! Especialmente na primeira vez.


Na escola, vocês têm a sala enfeitada. Em outra publicação desse Blog (https://www.cenaed.com.br/post/atividades-para-a-educacao-infantil), sugerimos que vocês pedissem aos pais para enfeitar um cantinho do quarto do aluno para que fosse o local de "fazer lição". Façam isso também! Coloquem atrás de vocês um cenário que seja ligado ao tema da aula, ou a alguma data comemorativa, ou até mesmo desenhos, brinquedos, livros. Faça o seu cenário para eles verem você como sempre viram: envolto de fantasia e imaginação!

Em se tratando da Educação Infantil, as primeiras Lives devem ser curtas, com duração de 10 ou 15 minutos. Assim como nós, eles não estão acostumados a verem o professor pela tela do computador, e nem a interagir via computador. Como toda e qualquer metodologia nova, os alunos (e o professor) precisam passar por um tempo de adaptação. Por isso, não espere que eles fiquem todos atentos a você por muito tempo. Iniciando com Lives curtas, o professor também aprende que tipo de interação chama mais a atenção das crianças e as faz participar. E lembre-se: esse contato social é super importante, então vale, sim, a pena fazer as Lives até com as crianças muito pequenas.

No que se refere às atividades, as tentativas são constantes. Você pode criar materiais coloridos e envoltos com algum conteúdo para chamar a atenção deles. Por exemplo, um dado colorido com figuras geométricas diferentes em cada uma das faces. Jogue o dado e peça a eles para procurarem em casa algum objeto que se pareça com aquela figura.

Leia ou apresente um vídeo com uma história e depois peça que cada um conte um pedaço da história. Chame-os pelo nome. Comente coisas que cada um faz. Permita que eles ouçam o professor se dirigir a eles especificamente. Isso chamará a atenção.

Grave vídeos você mesmo e envie a eles para iniciar a Live ou para criar a expectativa. Esses vídeos podem ser uma introdução à Live, dar a eles instruções para tal, dentre outros.

Vista fantasias e os convide a se fantasiarem. Combinem com as próprias crianças a atividade da próxima Live. Peça que elas escolham um brinquedo para mostrar aos outros, um livro, uma música. Cante com eles.

Não se esqueçam que o uso da tecnologia nesse momento é essencial. Por isso, explore aplicativos com eles. Há vários que imitam o som de animais. Cada um pode escolher o animal que "vestirá" no dia seguinte e imitará o som que toca no aplicativo. Claro, eles não precisam ter fantasias de animais. Eles podem desenhar o animal que serão e apresentar o desenho para os colegas no dia seguinte. Podem descrever o próprio animal para os outros.

Não se esqueçam também de que a tecnologia pode falhar às vezes. Por isso, calma! Respire e veja o que pode ser feito. Justamente por motivos técnicos, pode ser bom que dois professores entrem na Live juntos. Se um tiver um problema, o outro gerencia a sala enquanto o problema se resolve. Se isso não for possível, a calma é a única aliada que ajudará você a pensar no que fazer para solucionar o problema.

A medida que você observa a participação e colaboração dos alunos, aumente o tempo de Live. Às vezes, isso acontecerá naturalmente! E você observará que aquela foi uma atividade motivadora. Use esse modelo mais vezes.

Aproveite o conhecimento dos outros para crescer. Busque novas informações, novos conhecimentos. Nesse momento, quem tem mais conhecimento se sai melhor! É assim em qualquer momento de adversidade, de mudança. Então, compartilhe. Isso é essencial. É o momento de percebermos que precisamos uns dos outros. Converse com seus colegas. Veja como eles fazem as Lives, quais são as atividades que deram mais certo e as que não deram. Compartilhe suas experiências. Especialmente as que não deram certo. Não deixe seu colega "bater a cabeça" em situações que você já sabe que não são adequadas. Avise, converse, conte sua experiência. E, sobretudo, ouça!

Estamos todos aprendendo mais e mais por causa desse novo momento em que vivemos. Aproveite isso, e volte para sua aula presencial com aprendizados novos! Seja diferente! Utilize tudo o que você aprender nesse período para modificar suas aulas presenciais também. O que a Educação precisa com urgência é de uma quebra de paradigma. Vivemos em uma sociedade tecnológica, e precisamos educar os alunos para essa sociedade, críticos, reflexivos, responsáveis e capazes de lidar com a tecnologia e com situações adversas. Se eles tiverem que passar por uma dessa quando adultos, como nós agora, que nós os tenhamos ensinado a viver o momento com serenidade, com com alegria e com crescimento.

Compartilhe suas experiências em nossos comentários. Estamos ansiosos para aprender com vocês!

214 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo